8588638193Estudos do Texto e do Discurso – Mapeando Conceitos e Métodos
(Pedro Navarro – organizador)

Esta obra reúne reflexões sobre o texto e o discurso, resultantes das pesquisas realizadas por docentes da Universidade Estadual de Maringá e por pesquisadores de renome de outras instituições. Busca realizar um mapeamento de conceitos e de passos metodológicos que sinalizam abordagens desses mesmos objetivos, com a finalidade de oferecer um itinerário de caminhos possíveis ao leitor iniciante e/ou interessado em se aprofundar nesse campo. O fato de não se filiarem todas numa mesma orientação teórico-metodológica evidencia o caráter inter e transdisciplinar dessas pesquisas sobre a linguagem, os elementos discursivos responsáveis pela sua constituição e as categorias linguísticas e os materiais sígnicos (imagens, luzes,cores, sons,gestos) que dão suporte a sua formulação e circulação em gêneros discursivos, os mais variados.


estudos do texto e do discurso - ismaraEstudos do Texto e do Discurso – Interfaces entre Lingua(gens), Identidade e Memória
(Ismara Tasso – organizadora)

Esta obra oferece uma coletânea de textos que, na conjuntura e na amplitude dos campos do saber discursivo e textual, estabelece positividades sobre língua, linguagem, identidade e memória. A cumplicidade revelada nas interfaces teóricas e analíticas apresentadas solidifica as condições de existência dessas produções, pelas quais buscamos “fazer aparecer, na densidade das performances verbais, a diversidade dos níveis possíveis de análise; para demonstrar que, ao lado dos métodos de estruturação linguística (ou de interpretação)”, podemos “estabelecer uma descrição específica dos enunciados, de sua formação e das regularidades próprias do discurso” (FOUCAULT, 1997, p. 226)


Estudos do Texto e do Discurso- política e mídia -sírio possenti e maria celia passettiEstudos do Texto e do Discurso: política e mídia
(Sírio Possenti e Maria Célia Passetti – organizadores)

O livro apresenta uma coletânea de textos em torno das complexas relações entre política e mídia na contemporaneidade, abordadas sob um viés textual-discursivo, que tem exigido dos analistas de discurso que se voltem para os sistemas de recepção e circulação dos enunciados políticos nas novas materialidades discursivas que as tecnologias de comunicação têm proporcionado. Predominam os estudos que consideram as práticas discursivas como um todo, a inserção constitutiva do contexto sócio-histórico na análise das materialidades significantes e as singularidades dos acontecimentos discursivos, com diálogos interdisciplinares, que permitiram abordar as políticas em interface com as mídias, ora destacando uma concepção mais ampla de política ora mais restrita. As transformações das práticas político-discursivas, com a circulação midiático-eletrônica de enunciados do e sobre o campo político, os modos de circulação dos discursos políticos e o modo de representação de sujeitos políticos, diante dos processos de midiatização e de espetacularização de acontecimentos políticos são abordados neste livro, como forma de discutir as relações enter a política e a mídia. Os textos, enquanto exemplares de discursos portadores de memória discursiva, de rupturas e deslocamentos de sentidos, de produção de efeitos de sentidos específicos, são analisados a partir de um trabalho sobre o discurso político que, de um lado, acolhe a liberdade de informação e os avanços tecnológicos das novas materialidades discursivas, mas, de outro, entende que não se pode reduzir o debate político às lógicas das redes midiáticas imersas em um sistema capitalista.

Visualizar: Sumário


 materialidades discursivasEstudos do Texto e do Discurso – Materialidades Discursivas
(Sírio Possenti e Sônia Aparecida Lopes Benites – organizadores)

Este volume continua uma série. Depois de abordar conceitos e métodos de estudos do texto e do discurso, no primeiro volume, de interrelacionar língua(gens), identidade e memória, no segundo, e mídia e política, no terceiro, este reúne ensaios que tratam de textos e de discursos de diferentes materialidades: “olhos” e manchetes, questões de webjornalismo, reportagens e propagandas televisivas, propagandas governamentais e campanhas publicitárias. Algumas análises consideram textos ou conjunto de textos de determinado campo, outras desestruturam essas unidades instituídas ou consideram “destaques” de textos efetuados pela própria mídia, definindo percursos não inesperados, dando ensejo a interpretações eventualmente insuspeitas no interior do interdiscurso. Nos termos de Maingueneau, pode-se dizer que o primeiro grupo aborda unidades tópicas e o segundo, unidades não tópicas, reunidas pelo pesquisador, com fundamento em critérios históricos, independentemente de fronteiras institucionais prévias.

Visualizar: Sumário


práticas discursivas na contem.Estudos do Texto e do Discurso – Interfaces entre Lingua(gens), Identidade e Memória
(Pedro Navarro e Sírio Possenti – organizadores)

Este livro se situa no interior do campo teórico da análise do discurso. A partir de teorias próximas, mas também diversas, analisa um conjunto de materiais que representam esta diversidade de enfoques. Pequenos textos de caráter genericamente humorístico, entrevistas respondidas por professores de literatura estrangeira, filmes documentários, ilustrações de livro, blogs, documentos institucionais para escolas indígenas, reportagens de jornalismo impresso, fórmulas que circulam no campo das políticas de educação superior, infográficos usados pela mídia impressa e eletrônica e cenas de série televisiva são os objetos considerados. Assim, apresentam-se, para debate e também como forma de prestação de contas, caminhos possíveis para a análise do que os sujeitos efetivamente enunciam, condicionados por condições históricas e por regras de formação das práticas discursivas.

Visualizar: Sumário


Produção de identidades e Processos de Subjetivação em Práticas Discursivas Ismara Tasso e Pedro NavarroProdução de identidades e Processos de Subjetivação em Práticas Discursivas
(Ismara Tasso e Pedro Navarro – organizadores)

Os artigos que compõem esta organização estão divididos em três grandes eixos temáticos. Na primeira parte, os textos discutem, em linhas gerais, o controle do corpo e o governo dos sujeitos. Na segunda parte, os artigos versam sobre representações do brasileiro marginalizado em interface com a exclusão e a inclusão. Os textos da terceira e última parte abordam as representações do masculino e do feminino no público e no privado, a produção de identidades do sujeito político e os processos de subjetivação docente.
Deseja-se que, ao final do trajeto empreendido pelos autores, os possíveis interlocutores possam extrair dele um caminho teórico e metodológico que permita compreender como se materializa a produção do sujeito em discursos midiáticos. Mais ainda, espera-se que o trabalho de descrição e compreensão desses discursos possa lançar luz sobre tantos outros estudos que reclamam, hoje, um gesto político de pesquisadores comprometidos.

Visualizar: Sumário


foucault maingueneauEstudos do Texto e do Discurso: O discurso em contrapontos: Foucault, Maingueneau, Pêcheux
(Suzy Lagazzi; Edson Carlos Romualdo; Ismara Tasso)

Em seu conjunto, os capítulos deste livro trazem diferentes olhares discursivos, diferentes investimentos teóricos e análises que recortam os materiais mais diversos, mas todos convergem para a preocupação de compreender sujeito e linguagem no jogo da produção de sentidos, considerando as determinações que enlaçam o social em sua força simbólica. A organização dos capítulos se faz em torno dos teóricos do discurso presentes no título – Foucault, Maingueneau e Pêcheux – , procurando mostrar como as vozes desses pensadores podem sustentar discussões teóricas que, ao se contraporem em suas especificidades, contribuem para o desenvolvimento de tais estudos lançando novas questões e permitindo que as vozes se cruzem em tensões produtivas.


deficiencia-em-tela-a-um-estudo-discursivo-erica-danielle-silvaA Deficiência em Tela: Um Estudo Discursivo
(Érica Danielle Silva)

Esta obra reúne reflexões sobre os discursos acerca da representação do sujeito com deficiência na mídia televisiva, resultantes das pesquisas realizadas durante o desenvolvimento da dissertação apresentada ao Programa de Pós – Graduação em Letras da Universidade Estadual de Maringá – UEM. São analisadas materialidades midiáticas televisivas veiculadas entre 2006 a 2009, através das quais, sistematizadas em três grupos, foi possível compreender o modo como o sujeito deficiente é representado. O trabalho busca mapear os conceitos teórico-metodológicos, tanto do campo teórico da Análise do Discurso como da teoria da imagem, que possibilitam o trabalho analítico-interpretativo dos enunciados.


Imagem e(m) discurso- a formação das modalidades enunciativas-Ismara Tasso-Erica SilvaLíngua(gens) em discurso: a formação dos objetos
(Ismara Tasso e Érica Danielle Silva)

Com o objetivo de subsidiar teórica e metodologicamente pesquisadores e estudiosos do campo epistemológico do discurso, esta coletânea reúne, com singular empenho dos autores, inéditas e substanciais discussões e reflexões acerca da formação dos objetos. Sob tal conjuntura, cada capítulo prima, por sua natureza teórica e analítica, demonstrar a emergência e formação de enunciados para além da articulação das palavras, compreendendo que os objetos não se formam nas realidades materiais anteriores aos discursos, mas são por eles produzidos no conjunto de práticas que arquitetam seu aparecimento, sua manutenção e sua coexistência. O tratamento desse funcionamento discursivo, cujas vertentes teóricas tem seus expoentes em Foucault, Pêcheux, Courtine, Bakhtin, Orlandi, Charaudeau e Maingueneau, possibilitou a organização da obra em duas partes. Na primeira, estão reunidos os textos que abordam as categorias de Acontecimento, espaços de memória, política(s) e mídia. E, na segunda parte, os capítulos estão amparados na investigação sobre a produção de discursos sobre o corpo, inscrita em práticas de subjetivação, no domínio da biopolítica. Organizam-se, portanto, a partir de três eixos − Práticas de subjetivação, biopolítica e corpo.

Visualizar: Sumário


Imagem e(m) discurso- a formação das modalidades enunciativas-Ismara Tasso-Jefferson camposImagem e(m) discurso: a formação das modalidades enunciativas
(Ismara Tasso; Jefferson Campos)

O tema e título desta obra são devidos à emergência que se coloca para o momento já que as teorias do discurso encontram-se no centro de um enfrentamento de como abordar materialidades que escapam à primazia do verbal. Não que, a despeito de seus fundamentos, essas teorias tratem especificamente do signo linguístico. Ao contrário, referimo-nos à dificultosa
tarefa de compreender o funcionamento do discurso, quando materializado em imagens, principalmente, quando se trata de imagens que, por estarem na ordem do verdadeiro da época, se constituem em um “inventário do real” (TASSO, 2013).

Visualizar: Sumário


Domínios e Dispositivos técnicos, tecnológicos e das tecnologias e(m) Discurso- a formação dos conceitos. Ismara Tasso e Valéria Cristina de OliveiraDomínios e Dispositivos técnicos, tecnológicos e das tecnologias e(m) Discurso: a formação dos conceitos
(Ismara Tasso; Valéria Cristina de Oliveira)

O que temos nas mãos é um trabalho que muito contribui para a reflexão das questões a respeito da formação dos conceitos e da Análise do Discurso de linha francesa, parafraseando Foucault vejo, que a reunião de pesquisas aqui, buscou reconhecer ordens discursivas, que tomadas como atuais, contemporâneas ou “novas”, reaparecem, dissociam-se, recompõem-se, ganham contorno “ou conceitos” de novidade e, novidade dos domínios técnico-tecnológicos, como uma urgência dessa “dispersão anônima […] que caracteriza um  tipo de discurso e que define, entre os conceitos, formas de dedução, de derivação, de coerência, e, também de incompatibilidade, de entrecruzamento, de exclusão, de alteração recíproca, de deslocamento, etc.” (FOUCAULT, 2012, p. 71) Portanto, esta breve retomada dos conceitos e discursos acerca dos dispositivos técnicos e das tecnologias, ajusta os dizeres e os olhares entrecruzados, recíprocos e deslocados do hoje, para interrogarmos nossas formas de pensar e de compreender nossos tempos. Giovanna Benedetto Flores.


revista muitas vozesMuitas vozes: Identidade indígena (Letícia Fraga e Ismara Tasso)

O número 3, volume 1, da Revista Muitas Vozes foi organizado tendo em vista o objetivo proposto pelas organizadoras desta edição: reunir pesquisadores de diferentes instituições do país, com reconhecimento singular nas áreas de conhecimento em que atuam e que assumissem o desafio de tratar, discutir, refletir e avaliar a constituição e construção da “Identidade Indígena” em situações de produções também diversificadas. Sob tal perspectiva, os artigos reunidos neste volume ilustram o amplo e complexo cenário brasileiro sobre a questão indígena. Letícia Fraga e Ismara Tasso.

Visualizar: Sumário