Pesquisadores do GEDUEM propõem Simpósio temático no evento COLI

Novo bannerOs doutorandos Luana Vitoriano e Rafael Fernandes, pesquisadores do GEDUEM, convidam todos a participarem do Simpósio Temático intitulado “Políticas educacionais em (dis)curso: atuação docente em práticas de ensino-aprendizagem de línguas”. O Simpósio ocorrerá na segunda edição do evento COLI (Congresso de Licenciaturas) na UNESPAR/Apucarana, a realizar-se nos dias 8,9 e 10 de Novembro. A proposta do Simpósio apresenta como eixos temáticos: a) Práticas de ensino-aprendizagem de leitura, escrita ou oralidade; b) Políticas educacionais no que se refere ao complexo das relações social ou, precisamente, da atuação do professor em sala; c) Obstáculos da/na educação de línguas e possibilidades de superação.

As inscrições no evento e no simpósio podem ser realizadas até a data de 20 de Setembro, e são feitas no próprio site do evento: II COLI (Congresso de Licenciaturas). Para obter mais informações sobre o evento clique aqui.

A seguir o resumo completo do Simpósio temático:

Políticas educacionais em (dis)curso: atuação docente em práticas de ensino-aprendizagem de línguas

 Luana de Souza Vitoriano

Rafael de Souza Bento Fernandes

Dadas as condições políticas e educacionais do Brasil, faz-se cada vez mais necessário discutir, refletir e propor práticas coerentes de ensino-aprendizagem de linguagem, isto é, teoricamente precisas e que permitam ao aluno (seja qual for o nível) apropriar-se dos diversos usos que as línguas lhe oferecem.A problemática da atuação docente nos leva a questionar: “Quem é o professor de línguas hoje?”, “Quais são suas atribuições?”, “De que modo ele pode e deve intervir em sala de aula?”. Tendo em vista os constantes obstáculos sócio-econômicos que ganham corpo no quadro do ensino brasileiro, há urgência emlançar um olhar crítico sobre as práticas de ensino e de aprendizagem possíveis (ou não) de serem concretizadas na sala de aula. Defendemos quetanto a escola,quanto a universidade são lugares de desenvolvimento da autonomia e palco de mudanças sociais e, ainda, que o professor é responsável por conduzir esse processo, fornecendo ferramentas, para que o aluno tome partido dos discursos que o constituem e dos textos com os quais confronta diariamente. Nessa conjuntura, este simpósio objetiva criar um espaço propício para divulgação e discussão de pesquisas do campo das ciências da(s) linguagem(ns), sejam elas da/na perspectiva teórica da Análise do Discurso, Linguística Aplicada, Linguística textual, Sociolinguística, Linguística funcional e/ou Teorias Literárias quetrabalhem com os seguintes eixos temáticos: a) Práticas de ensino-aprendizagem de leitura, escrita ou oralidade; b) Políticas educacionais no que se refere ao complexo das relações social ou, precisamente, da atuação do professor em sala; c) Obstáculos da/na educação de línguas e possibilidades de superação.

PALAVRAS-CHAVE: PRÁTICAS DE ENSINO-APRENDIZAGEM; LÍNGUA/LINGUAGEM; POLÍTICAS EDUCACIONAIS.

The following two tabs change content below.

Luana Vitoriano

Doutoranda em Letras, pela Universidade Estadual de Maringá (UEM), tem Estudos Linguísticos por área de concentração e Estudos do Texto e do Discurso por linha de pesquisa. Mestra em Letras, na área de Linguística (2016) e graduada em Letras (2013) pela UEM. Assume por eixos temáticos de pesquisa o discurso, a língua, a proficiência em línguas, procedimentos biopolíticos de inclusão e exclusão, políticas linguísticas e afirmativas. É pesquisadora do Grupo de Estudos em Análise do Discurso da Universidade Estadual de Maringá (GEDUEM/CNPq).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *